domingo, 21 de outubro de 2007

Oração




"Creio em Deus Pai, Todo Poderoso..."

Se existes oh Deus revela-te agora que preciso de ti,
se existes dá-me a mão e ajuda-me a erguer-me nesta oração,
se existes faz de mim uma pomba como símbolo de liberdade,
um crucifixo qualquer entre as mãos dos que ainda têm fé,
se existes faz de mim o que fizeste com o São Tomé.

Onde estás tu Pai Nosso?

Queria ver-te caminhar sobre as águas da minha vida,
ando perdida na teia do horizonte da estupidez humana,
Vem defender-me como defendeste a Madalena.
"Quem não tiver pecados que atire a primeira pedra",
eu já atirei a minha...
Lava-me a cara como a Verónica ta lavou enquanto carregavas a cruz,
por mim o Deus, Jesus, sejas tu quem fores,
entre o meu desespero abre o consolo
e ressuscita-me como a Lázaro que consideravam morto.

"Creio em Deus Pai, Todo Poderoso..."

7 comentários:

Conceição Bernardino disse...

AFLIÇÃO E CONSTRANGIMENTO

Eu já relatei aqui, minhas dificuldades no ano de 1998, para encontrar um advogado que aceitasse provar na Justiça, que o acidente ocorrido com Flávia, tinha sido causado pelo mau funcionamento do ralo da piscina onde ela nadava no momento do acidente. Já contei também que após muito perambular com um calhamaço de documentos em baixo do braço, acabei por encontrar Dr.José Rubens Machado de Campos, advogado que assumiu o caso e que felizmente se mantém connosco até hoje, e que tem demonstrado ao longo desses anos, muita competência e combatividade. Infelizmente, dependemos dos juízes que até hoje têm ignorado todas as provas pos nós apresentadas sobre o ralo super dimensionado para aquela piscina, e sua demasiada força de sucção.

Antes de decidir processar o condomínio Jardim da Juriti, em Moema – São Paulo, onde eu morava com meus filhos, tentei de todas as formas junto ao síndico, receber o seguro de responsabilidade existente no prédio, da seguradora AGF Brasil Seguros. O síndico respondia que não poderia me ajudar nesse sentido, pois reivindicar o seguro seria o mesmo que admitir a culpa do condomínio, coisa que ele não faria, me dizia. Passei então a escrever directamente para a AGF, descrevendo o acidente ocorrido com Flávia na piscina do prédio e solicitando o pagamento do seguro, na época, no valor de R$ 100 mil reais. Não tive sucesso e a AGF foi incluída no rol dos réus a quem processei, junto com o condomínio Jardim da Juriti e a Jacuzzi do Brasil, fabricante e vendedora do ralo.

A seguradora AGF, na sua contestação escreveu:

“......A comunicação do sinistro pelo condomínio segurado, apenas relatou o acidente, não admitindo para si, qualquer responsabilidade quanto à ocorrência do mesmo. Assim , não poderia e não pode a ora contestante liberar o valor da importância segurada sem que esteja comprovada a responsabilidade do condomínio pelo evento. A seguradora não tem qualquer responsabilidade directa com as autoras....”

Nosso advogado trabalhou, e o juiz entendeu, que se um condómino sofre um acidente dentro do condomínio, ele tem sim o direito a receber o seguro ali existente. A AGF adiou o quanto pode o pagamento desse seguro de responsabilidade civil existente no condomínio. Graças ao trabalho de Dr.José Rubens e o discernimento de um Juiz, o valor foi pago, - um ano e onze meses após o acidente, sob ordem judicial e ameaça de cobrança de multa diária, caso o valor não fosse depositado em nome de Flávia na data estipulada. No entanto, mesmo tendo sido pago quase dois anos depois do acidente, a AGF não pagou nem juros nem correcção monetária. O tempo em que fiquei pelejando para receber o seguro da AGF agravou minha aflição e me causou muito constrangimento, pois precisei depender de favores de terceiros para garantir a sobrevivência de Flávia, enquanto possuía legítimo direito de receber a indemnização do seguro.
Posted by Odele Souza at 12:38 PM
http://www.flaviavivendoemcoma.blogspot.com/

(O caso Cláudia, não está perdido. Mandem Mails a esta gente e não só:

geral@embaixadadobrasil.pt

Mas não digas palavras doces. Carrega um bocadinho no português "marracónico": envergonha-os, que é o que eu faço.
Pede a outros blogues que façam o mesmo.)

Arcanjo disse...

Dança,

Todos os dias nos são enviados sinais nós é que estamos cegos e não os vemos...

Concentra-te e certamente verás que estás rodeada de provas que há uma mão estendida na tua direcção... talvez não seja a que queres ver mas certamente ela está lá!

Beijinhos e força***

Fallen Angel disse...

Quo Vadis, Domina?

Joaquim Amândio Santos disse...

o que exala das palavras aqui depositadas é o cheiro a mel que nasce da ousadia suave da maré...

quando me percorres com a tua areia
envolvo-te no meu búzio...

Alexandre disse...

Também já me tenho perguntado por onde anda o Deus! Distraído como pus num post há uns tempos ou apenas a observar - sem intervir - o que se passa cá em baixo...

Beijinhos!!!

MIGUEL BARROSO aka Girassol disse...

AMENiza-me esta escrita....

oficinadeoracaodoporto disse...

Acima de qualquer mal está Deus!!!
Palavra chave: confiança!!