segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Pluma


Por onde andas?

Onde o vento te leva?

Quando o teu caminho se cruzará de novo com o meu?

Dás-me um sinal?

Faz-me cócegas no rosto e cai nos meus braços.

Quero-te ainda... sempre!

4 comentários:

samidy disse...

muito lindo,vc que escreveu consiguiu tocar aquelas pessoas como eu que no momento esta precisando de coisas assim.
PARABENSSSSSSSS

Divinius disse...

Gostei de ler:)
A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA:)

Carol Barcellos disse...

Quando os nossos caminhos vão se cruzar com o daquelas pessoas que queremos? O não saber é incômodo, mas se o final for feliz, será um sabor a mais, será o mistério, seguido da surpresa, e esses sentimentos são sempre bem-vindos, uma pimentinha a mais nas nossas vidas. Esperar pra ver vale à pena!

Beijos doces cristalizados, e uma ótima semana!!! :o>

R.G. disse...

Lindo...