sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

The true love


O verdadeiro amor é superior a todas as descrições,
o verdadeiro amor não anda na boca dos impuros
nem no coração dos inseguros.
O verdadeiro amor que as outras coisas não são isso
e a forma maluca com que se vive a vida hoje em dia
faz com que eu pense cada vez mais em escrever cartas de amor a alguém que ainda aparecerá porque é assim que funciona.
O verdadeiro amor é entregado e dado,
porque quem entrega recebe sempre pelo menos a metade
e com a metade se serve como alimento para a alma.
Quando penso ou sinto que deveria pensar o verdadeiro amor
não sei se será ao ponto de o condenar por todos os momentos em que o não pensei
mas depois outra vez e concluo que afinal talvez este seja o modo mais natural de o fazer.
E assim é o verdadeiro amor dos heróis entrestecidos que deixaram as suas esposas para partir para as grandes batalhas que os fizeram vencer todas as grandes guerras,
aquelas que os tornaram conhecidos nos famosos livros de História,
o amor cantado pela boca dos românticos
e assim é o amor, uma libertação mais do que uma condenação...

Eu amo o amor e tu também o amas?

2 comentários:

Anônimo disse...

Escolhi este para deixar meu comentário sobre teus textos. Parabéns! Escreves maravilhosamente e com uma leveza impar.Adorei seus escritos.
lucas Durand.
www.recantodasletras.com.br

... disse...

de quem é a imagem?