sábado, 23 de junho de 2007

Preciso-te (escrito por entre lágrimas)


Preciso do teu jeito sereno de ser,
preciso da tua mão,
preciso do teu coração para bater pelo meu,
preciso de um canto nos teus olhos,
um canto onde sossegar-me.

Preciso do teu amor para aquecer-me,
preciso do teu sorriso,
as vezes do teu riso para alegrar o meu dia,
preciso de um pouco do teu carinho,
só um bocadinho de ti para encontrar-me.

Preciso-te muito mais do que de mim,
os teus passos sempre certos,
os teus gestos sempre ternos onde me deito.
Preciso-te a cada segundo,
um toque que afaste este cheiro a jasmim.

4 comentários:

gino disse...

beijo em ti, por todas as palavras***

MIGUEL GIRASSOL disse...

bela lição de amor e humildade

Alfeu Chiba disse...

Muito bonito este poema, gostei muito.

jozilei alves de alencar disse...

adorei ,,.