sábado, 28 de julho de 2007

Anjo da Guarda


"... mas sou o teu anjo da Guarda!"

Anjo da Guarda, minha companhia, guarda o meu corpo de noite e de dia...

Debaixo das tuas asas deixa-me chorar à vontade, acompanha-me numa dança de lágrimas escondida dos rostos curiosos, do mundo pequenino que não cabe no meu mundo inteiro.

Sim?